22NOV

Tapioca brasileira ganha espaço na gastronomia internacional



Originária do Norte e Nordeste do Brasil, a tapioca, fruto de herança indígena, conquistou definitivamente o Sul e o Sudeste do país e desponta rumo ao mercado internacional. Selecionada entre os top 10 produtos brasileiros mais desejados por quem mora fora, a tapioca é versátil e pode ser utilizada em receitas diversas, ainda mais quando chega às mãos de Chefs renomados da gastronomia internacional.

Com a tendência de produtos livres de glúten, baixa caloria e gordura hidrogenada, a tapioca foi introduzida com louvor nos hábitos alimentares dos brasileiros que vivem no Sul e no Sudeste do Brasil, como uma alternativa fácil ao pão regular. A demanda interna aumentou consideravelmente nos últimos anos e a expectativa é de que 55 mil toneladas de massa sejam produzidas em 2016, segundo dados da ABAM (Associação Brasileira dos Produtores de Amido e Mandioca).

Com o fator de emigração de brasileiros advindos de Norte a Sul do país, ainda mais em tempos de crise nacional, aqueles que vêm das regiões típicas originárias da tapioca simplesmente morrem de saudade em consumi-la. Por conta disso, a tapioca já está dentre os mais solicitados produtos brasileiros no exterior.

A Casa Maní atenta a essa demanda, já exporta suas tapiocas da marca Tapiocando a Vida para países como o Japão, Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Espanha, Austrália, Nova Zelândia, entre outros. Sempre visando novos mercados, a empresa esteve na última semana em missão a Colômbia e ao Panamá, junto a um grupo de empresários brasileiros do segmento, organizada pela ABIMAPI (Associação Brasileira de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados), em função do projeto de exportação da APEX Brasil.

TapiocaPara aqueles que já conhecem a versatilidade da tapioca brasileira, não é difícil apresentá-la ao mercado, mas quando se trata de um produto novo ao hábito local, a missão requer ainda mais dedicação. Foi assim que se deu o encontro entre a tapioca da Casa Maní e o renomado Chef do restaurante Íntimo, um espaço gastro-cultural no Panamá, Carlos “Chombolin” Alba. O responsável internacional pela missão da Casa Maní teve o prazer de apresentar a receita de crepioca ao premiado Chef, que elaborou um saboroso prato e o serviu ao grupo de empresários que acompanhavam a missão. Uma deliciosa experiência gastronômica na Cidade do Panamá com sabor de Brasil.

Para oTapioca 2s saudosos e admiradores da iguaria brasileira que vivem no Panamá ou estão de passagem por aí, aproveitem para pedir pela crepioca ou extraordinários pratos elaborados com a tapioca brasileira.

As tapiocas da Casa Maní podem ser encontradas a venda ao consumidor em território nacional e internacional em supermercados, mini mercados e lojas gourmet nos formatos da linha tradicional da farinha, embalagem a vácuo e em barrinhas, semelhantes às barrinhas de cereais. As receitas a base de tapioca são variadas, vão desde a tradicional tapioca com recheios salgados e doces, até as mais inusitadas como o brigadeiro e o pudim de tapioca.

_________________________________________________________________________

Para saber mais sobre as tapiocas da Casa Maní, acesse:
www.casamani.com.br | E-mail: faleconosco@casamani.com.br

Para saber mais sobre o restaurante Íntimo na Cidade do Panamá, acesse:
www.intimorestaurante.com Calle 72, Este – San Francisco, Panamá | E-mail: info@intimorestaurante.com

Para saber mais sobre o projeto de exportação da ABIMAPI, acesse:
www.abimapi.com.br

Para saber mais sobre produtos brasileiros no exterior, acesse:
www.overseasblog.com.br
Curta a página em: www.facebook.com/overseasblog
Curta a página em: www.instagram.com/overseasblog

Fonte: Casa Maní - Empresa associada ABIMAPI | Postado em: 22/11/2016