Notícias

Autismo em crianças: estudo mostra que dietas especiais não alteram comportamento


Crises epilépticas, pouca interação social, ações repetitivas, dificuldade de comunicação... Esses são alguns dos comprometimentos que podem ser observados em crianças com transtorno do espectro autista. Na tentativa de minimizar tudo isso, muitas famílias passaram a adotar dietas especiais (livres de glúten e caseína) e a recorrer a suplementos alimentares para os filhos. Tais medidas eram baseadas em pequenas pesquisas científicas.

No entanto, uma recente revisão de estudos, publicada no jornal científico Pediatrics, contraria essa ideia. Os pesquisadores analisaram uma série de trabalhos anteriores sobre o tema e concluíram que ainda não há evidência científica suficiente para confirmar a eficácia das dietas ou do uso de suplementos, ou seja, essas medidas não seriam capazes de alterar o comportamento das crianças com autismo.

Fonte: Revista Crescer