01JUL

Como inovar para superar a pandemia



A inovação é uma aliada importante neste momento de crise econômica. Suas ferramentas podem ajudar a reduzir o impacto do coronavírus no desempenho das empresas. As opções vão desde linhas especiais de créditos voltados para ciência, tecnologia e inovação (CT&I) até editais de financiamento integral a projetos direcionados à redução dos efeitos da covid-19.

Para ajudar a identificar o que é mais aderente à sua realidade, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) atualizam trimestralmente o MEI Tools, que compila informações sobre diversos instrumentos voltados para fortalecer a capacidade inovativa das empresas. A última  edição traz novidades em captação de recursos, casos empresariais, apoio técnico, tecnológico e articulação institucional, além de apoio à inserção global das empresas via inovação.

Com a chegada da pandemia, e com o intuito de reforçar a importância da inovação, a CNI lançou o Boletim Extraordinário MEI Tools Covid-19. Trata-se de uma publicação semanal feita para ajudar empresas, startups e pesquisadores a encontrarem instrumentos de apoio e financiamento específicos para combater os efeitos da crise causada pelo novo coronavírus.

A diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio, alerta que empresas de qualquer porte têm condições de inovar e de adotar a digitalização em uma escala inicial. “Precisamos ter estratégia de longo prazo e criar mecanismos para dar suporte às empresas para inovarem. Empresas de todos os portes podem utilizar as tecnologias de digitalização. É importante a priorização da inovação como parte de suas estratégias de desenvolvimento e competitividade”, recomenda.

Confira algumas dicas que a CNI reuniu sobre o uso da inovação como uma alavanca em meio à pandemia:

1. Considere aprimorar seu modelo de negócio

Mais do que adotar a inovação em produto ou em processos produtivos, pode ser a hora de sua empresa aprimorar a estrutura organizacional ou a forma como se posiciona no mercado. Essa é uma excelente estratégia para alcançar  novos consumidores.

2. Busque parcerias para fomentar a inovação

Considere a realização de inovação aberta, parcerias com universidades, centros de pesquisa e startups. Se sua empresa ainda não tem uma estratégia de inovação aberta definida, talvez essa seja a hora certa. Inovação ocorre tanto dentro como fora da empresa, com parcerias e em colaboração com outras instituições.

3. Conheça as opções de financiamento

Esteja atento a novas linhas de crédito e de financiamento para inovação, em sintonia com seus objetivos estratégicos. Estude os instrumentos públicos e privados para inovação existentes. Por vezes, o risco pode ser compartilhado com outras instituições.

4. Reforce e amplie a digitalização de processos e o uso do trabalho remoto

A pandemia acelerou de forma significativa a transferência de milhares de trabalhadores de seus escritórios para o trabalho remoto. Avalie quais funções podem ser realizadas a distância. Esse estímulo contribui para a qualidade de vida de seus funcionários e reduz custos.

5. A digitalização cria oportunidades

A digitalização reforçará a capacidade de escolha dos consumidores e a customização de produtos. Modelos de negócio mais inovadores procuram atender as demandas específicas de consumidores. Mais do que produtos padronizados, consumidores buscam exclusividade e agilidade na entrega.

6. Use a tecnologia a seu favor

Máquinas trabalham com precisão, com velocidade; enquanto pessoas trabalham com capacidade analítica, crítica, humanística, sensorial e criativa. A crise da covid-19 reforçará o papel da inovação e uso da automação em ambientes fabris. Não se trata de termos máquinas assumindo o papel de pessoas, mas de ainda termos pessoas fazendo o trabalho de máquinas. Empresas mais inovadoras serão as que mais investirão em capacitação, conhecimento e educação.

7. Inovação e sustentabilidade têm tudo a ver

Consumidores estarão cada vez mais atentos aos valores das empresas com relação à sociedade. Mais do que responsabilidade social, a inovação deve estar alinhada aos propósitos da empresa e aos interesses da sociedade como um todo. Adote melhores práticas ambientais, sociais e de governança no planejamento estratégico de sua empresa. Lembre-se: consumidores estão mais conscientes sobre o que consumem e empresas serão avaliadas não apenas por seus indicadores financeiros. Reflita sobre como o seu modelo de negócio ou produto pode contribuir para uma economia circular e sustentável.

8. Considere alternativas locais na sua cadeia de fornecedores

Tendo em vista os riscos de uma cadeia de suprimentos global, empresas considerarão a fabricação local, ampliando as possibilidades de criação de novos empregos. Avalie como a sua cadeia de valor pode ser aprimorada e integrada. Startups podem contribuir para o aprimoramento de sua rede logística e de suprimentos.

Fonte: Portal da Indústria | Postado em: 01/07/2020