21DEZ

Nestlé usa tecnologia para conectar colaboradores a novos projetos



Agora, funcionários da Nestlé Brasil podem encontrar oportunidades de acordo com seus interesses e habilidades e atuarem em novos projetos com outros colegas. Lideranças podem buscar diferentes pessoas e perfis para suas iniciativas e avaliar se os hobbies descritos pelos colaboradores são interessantes para as suas ideias. Essa interatividade é possível por meio da plataforma People Match, uma novidade que nasceu de uma vontade da área de Gestão de Pessoas de conhecer de forma integral seus colaboradores, dando a oportunidade de eles participarem de projetos em toda a Nestlé.

O próprio aplicativo foi desenvolvido já com o conceito inovador de aproveitar habilidades dos profissionais, contando com um time multifuncional de apoio formado por colaboradores das áreas de RH, Tecnologia, Comunicação e Marketing. “Conseguimos desenvolver a ideia e modelar o projeto dentro de casa, com base no conhecimento, no interesse e na vivência do time, resultando em uma plataforma que nunca vimos nada parecido em outra empresa”, diz Izabel Azevedo, diretora de Cultura e Talento na Nestlé Brasil, uma das idealizadoras da novidade.

A ideia do aplicativo é conectar as habilidades da vida profissional e os interesses da vida pessoal para que os profissionais vivam novas experiências em projetos em assuntos que os inspirem. A plataforma conecta a necessidade da empresa com o conhecimento, a experiência ou a vivência das pessoas, além de dar visibilidade ao que os profissionais gostam e se interessam, aproveitando o potencial de cada um para juntar equipes multidisciplinares em novos projetos.

O People Match é uma plataforma em que os colaboradores podem criar seus perfis, assinalando suas competências técnicas, assuntos que gostam (alimentação saudável, culinária, artes, voluntariado, games, sustentabilidade, psicologia etc) e os idiomas, abrindo portas para encontrarem iniciativas do interesse, em temas que podem se destacar. Na outra ponta, gestores podem cadastrar seus projetos e os perfis que buscam, detalhando o propósito, as atividades e as habilidades requeridas, conectando pessoas com oportunidades.

“O People Match faz o resto, avaliando onde tem mais fit entre projeto e colaborador. Cada profissional pode nos contar os assuntos de interesse, tanto os que mapeamos como eventualmente novos temas, e a plataforma cruza as informações de acordo com os projetos que surgem nas áreas e que demanda diferentes visões, experiências e, mais do que isso, paixão pelo tema”, declara Izabel.

Desde agosto, quando foi lançada, a plataforma já recebeu mais de 800 cadastros de perfis e 20 de projetos, formando uma base de dados que a área de Gestão de Pessoas pode utilizar para conectar pessoas e gestores.

Quem já deu match

Andrea Caputi, gerente regional da linha de Nutrição Infantil, baseada no Rio de Janeiro, foi uma das primeiras beneficiadas com a plataforma e está participando do projeto Canal de Bem-Estar, um portal coordenador pela área de Gestão de Pessoas que reúne todas as iniciativas e ações de saúde física e mental da empresa, proporcionando serviços exclusivos, conteúdos sobre saúde e bem-estar, vídeos, aulas ao vivo e palestras, com orientação nutricional, psicológica e saúde física em geral.

Para ela, a própria experiência de preencher o perfil na plataforma já foi um rico exercício de reconhecer suas fortalezas e oportunidades para se desenvolver. “É uma iniciativa muito interessante pela oportunidade em colocar minhas habilidades e o que gosto de fazer para engajar e ajudar alguém, por poder compartilhar conhecimento, conviver com diferentes pessoas e ideias, além disso, posso crescer em algo que não conheço, aprimorando meu desenvolvimento profissional”, declara Caputi.

Andrea, nutricionista por formação e com experiência em atendimento ambulatorial e em consultório, quer levar sua vivência para contribuir com a nova plataforma e tornar o tema alimentação saudável e motivação pela saúde e bem-estar para toda a Nestlé. “Vai ser uma alegria usar habilidades para um novo propósito pessoal que vai ajudar a empresa e as pessoas a viverem melhor. Quando recebi o aviso de que tinha dado match e vi o projeto que está engajando tanta gente de tantas áreas diferentes, percebi o quanto essa iniciativa abre novas janelas de crescimento pessoal e profissional. Alguém na empresa precisa de uma habilidade que muitas vezes não está sendo tão bem aproveitada no dia a dia por outra pessoa. E sigo aberta para que outros matchs aconteçam no futuro”, diz.

Missão colaborativa

Esse é mais um passo na jornada pela busca de soluções conjuntas para fortalecer a companhia, ressaltando características como flexibilidade, colaboração e mobilidade. Na Nestlé, logo no início da pandemia, foi criada a Missão Colaborativa, em que centenas de colaboradores de áreas que estavam com menos demanda foram dar suporte para outras mais aquecidas, o que ajudou a companhia a destacar habilidades específicas de colaboradores e dar mais tração nas áreas que o período de pandemia exigia mais.

A atuação em squads já era uma realidade para alguns projetos e áreas da Nestlé antes e foi intensificada, com movimentações de pessoas de outros times para áreas de grande atividade durante a pandemia, como Vendas, E-commerce e Comunicação e Marketing. Em Transformação Digital, como evolução dessa iniciativa, foram lançados desafios para atrair e desenvolver colaboradores, que passaram a atuar em projetos com insights importantes e, ao mesmo tempo, desenvolvendo novas competências de inovação naqueles que participaram.

Fonte: Exame | Postado em: 21/12/2021