Visualizar como página web

Edição 04 - 09 FEV 2022

contato@abimapi.com.br

+55 11 5188 6200

Como representante dos fabricantes de biscoitos, massas alimentícias, pães e bolos industrializados, é papel da ABIMAPI esclarecer ao mercado e aos consumidores finais o impacto que o aumento de insumos na cadeia produtiva gera no custo final dos produtos.

 

No trigo, principal matéria-prima na fabricação das categorias, os principais custos de produção estão nos insumos (fertilizantes, defensivos e sementes) e operações na lavoura (combustível, tratos culturais, transporte). A maior alta foi nos fertilizantes, que subiram mais de 100% no último ano.

O Brasil produz menos da metade do trigo consumido e precisa importar grandes quantidades do grão de países do Mercosul, sobretudo da Argentina, do Canadá e dos Estados Unidos. Nas massas, 70% do custo é farinha.
 

Nos biscoitos, o peso é de 40%, e nos pães e bolos industrializados, de 30%. Sendo assim, qualquer variação no preço do trigo tem impacto direto para os fabricantes. Além disso, a indústria alimentícia também tem sido fortemente impactada pelos reajustes de energia elétrica e alta do diesel que atinge diretamente no custo para transporte das mercadorias.  

 

A safra nacional de trigo atingiu produção recorde em 2021, mesmo com adversidades climáticas durante o desenvolvimento da lavoura, sobretudo geada e seca. Desta forma, de acordo com dados da Conab, o ano foi finalizado com 7,81 milhões de toneladas de cereal colhido no Brasil.

 

A maior disponibilidade de trigo no mercado interno não esta sendo suficiente para pressionar os preços, já que a alta cambial,

a paridade de importação, a menor oferta mundial e a aquecida pelo aumento do consumo global mantiveram as cotações elevadas. Em 2022 o trigo deverá manter os preços com pequena variação até o término da comercialização do grão nacional.

 

Durante o mês de março poderá haver um incremento significativo do preço porque a cotação interna deverá seguir a paridade internacional, estima-se que a tonelada métrica poderá ser superior a R$ 2000,00. Os derivados do trigo, deverão recompor suas margens próximos a variação anual do IPCA, estimado em 5,2%. De acordo com a consultoria MLB, os custos de produção de todas as commodities subiram. O preço do trigo deverá continuar a subir ao longo do ano. Os custos domésticos não apresentaram tendência de baixa durante a colheita, o que normalmente ocorre devido ao aumento gradual da oferta interna e menor necessidade de importação. Além disso, como muitos produtores já estão com os insumos comprados, os custos de produção deverão ficar mais baixos no balanço final, considerando uma boa produtividade na safra de inverno.

 

No mundo a redução do estoque de passagem de trigo é devido ao aumento de consumo e queda de produção, a manutenção ou elevação do preço interno será determinada pela quebra da safra de milho, logística de fretes, e a redução da onda de COVID que ainda é incerta, mesmos com o estoque em patamares satisfatórios. Mensalmente atualizamos nosso site com informações relativas à variação de preços e panorama geral da cadeia começando pelo trigo, farinha, massas, biscoitos, pão francês, pão de forma, bolo e farelo de trigo.

Fique por Dentro!

M. Dias Branco apresenta portfólio de biscoitos em feira na Alemanha

Os produtos das marcas Vitarella, Richester, Piraquê e Isabela foram apresentados na ISM, maior feira de biscoitos, doces e snacks do mundo.

Leia agora

Vendas da Mondelez crescem acima das expectativas

A multinacional espera desafios ainda maiores nos próximos meses, uma vez que está a lidar com a escassez de mão-de-obra e receia a subida da inflação.

Leia agora

Vacinação gratuita em frente à FIESP: confira quais doses serão aplicadas

Traga um documento com foto e participe da ação realizada em parceria com a Prefeitura de São Paulo.

Leia agora

Crédito acumulado do ICMS, ter ou não ter, eis a questão

O artigo busca lançar um pouco de luz no caminho dos executivos diante de um dilema, transformação do saldo credor de ICMS em crédito acumulado.

Leia agora

Redes Sociais & Novidades

Participe do Webinar “Novo Regulamento China 2022: Mercado de Alimentos e Bebidas”

Leia agora

Aprenda dicas de como deixar a lancheira das crianças mais equilibrada

Leia agora

Alimentos Wilson é a nova associada ABIMAPI

Leia agora

www.abimapi.com.br
Av. Paulista, 1754 - cj.104
São Paulo-SP - 01310-920

Enviado por ABIMAPI

Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados

Se deseja não receber mais mensagens como esta, clique aqui.