e@bimapi

 
 
Logotipo e@bimapi
 
 

Workshops, estudos, congresso, sindicato e muitas outras
ações marcaram nosso primeiro quadrimestre

Acabamos de entrar no mês de maio, momento ideal para retomarmos todas as ações desenvolvidas por nós, da ABIMAPI, durante o primeiro quadrimestre de 2018.

Em janeiro, com oito associados que fazem parte do projeto Brazilian Biscuits, Pasta and Industrialized Breads & Cakes, participamos da feira ISM, na Alemanha.

Lançamos o Salão do Panetone em reunião com representantes dos associados e também apresentamos proposta que trabalharemos no Dia do Biscoito (20 de julho) e nos Dias Mundiais do Pão e Macarrão (16 e 25 de outubro, respectivamente). Com a campanha #ENERGIAparaoBrasil, promoveremos ações que ressaltam a importância dos produtos no nosso dia a dia como fonte de energia para a realização de atividades do bem, com engajamento social.

Em fevereiro, organizamos – em parceria com a ABIA – a Oficina Técnica Para Redução do Teor de Açúcar em Bolos, que aconteceu na sede do Ministério da Saúde (MS), em Brasília, onde debatemos o desafio tecnológico para a retirada e substituição dos açúcares por outros ingredientes, as metodologias de análise e as metas para esta redução em bolos e pré-misturas. Também participaram desta discussão membros da Anvisa e Proteste, além dos associados das entidades realizadoras. Ainda durante este encontro, o MS nos solicitou um levantamento sobre a quantidade de gordura e respectivo valor energético dos biscoitos. Acordado com os associados, enviamos todos estes dados, juntamente com a proposta de metas para os biscoitos do tipo rosquinha.

Em março realizamos o workshop Tendências Globais em Alimentos – Comércio Exterior, Inovação e Mercados, quando debatemos com especialistas os principais movimentos na área de inovação que impactam os consumidores globais.

Em abril, o grande destaque foi nosso Congresso Internacional das Indústrias 2018, em Foz do Iguaçu. Em parceria com a ABICAB (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados), reunimos 360 participantes em três dias de evento dedicados ao setor de alimentos e à promoção de networking, quando difundimos boas práticas de gestão e integramos profissionais em prol do desenvolvimento das categorias que representamos. Mais uma vez promovemos a Rodada de Negócios Internacional com mais de 280 reuniões entre indústrias nacionais e compradores de 12 países, previsão de US$ 9,8 milhões em exportação durante 2018.

Também desenvolvemos cinco estudos focados em: análise de mercados México e Costa Rica, que acabamos de retornar com seis associados em Missão Empresarial, mas uma iniciativa que teve como objetivo promover os produtos do setor no mercado internacional; Position Paper sobre o acordo Mercosul e Canadá; benchmarking Internacional de Produtos com foco na Rússia; relatório dos Impactos do TBHQ para exportações no Japão; e pesquisa de Certificações Privadas Internacionais.

Estivemos em Assunção, Paraguai, para a LXIV Reunião do SGT nº3, Comissão de Alimentos, que discutiu as questões que envolvem rotulagem nutricional. O Brasil apresentou as propostas em estudo e a ANVISA informou que será colocada em Consulta Pública no 1º semestre, por 60 dias, a Análise de Impacto Regulatório. No 2º semestre deverá ser aberta outra Consulta Pública sobre o modelo de Rotulagem pretendida. Será dado andamento ao tema independentemente do Mercosul.

Destacamos, por fim, as iniciativas do SIMABESP com a realização de reuniões do Grupo de Recursos Humanos, que discutiram assuntos como redução de riscos com a reforma trabalhista, lei de terceirização, E-social e negociações coletivas. A proposta da consultoria RH Plus para o desenvolvimento da Pesquisa de Cargos e Salários 2018, um estudo inédito que subsidiará as empresas do setor em relação às práticas de mercado, foi aprovada. A 1ª Reunião do Grupo Tributário abordou aspectos controversos do Convênio 52/2017 do CONFAZ, a Lei Complementar 160/2017 e nossa conquista com a prorrogação da vigência da Portaria CAT 37/2017, que determina os MVA’s para efeito de substituição tributária. Além disso, com o apoio do departamento jurídico da FIESP, obtivemos a Liminar em Mandato de Segurança Coletivo contra a CETESB, para suspender a aplicação do Decreto Estadual nº 62.973/2017 aos associados do SIMABESP.

Como puderam acompanhar, foram muitas as ações que nortearam os quatro primeiros meses deste ano. Parabenizamos nossas diretorias de marketing, exportação, técnico e sindical pelo excelente trabalho, empenho e foco que vêm contribuindo para o crescimento de todas as categorias que representamos.

 
Palestras e Fotos 16º Congresso das Indústrias
SIMABESP - Arquivos reunião tributária
Notícias

Millennials: a geração que menos entende de culinária
Dieta restritiva pode desencadear deficiências nutricionais nos bebês
Quando busca refeições saudáveis, brasileiro prefere cozinhar em casa
Associados

Nesfit leva ao mercado cookies
100% integrais

Arcor amplia portfólio de Tortuguita

Cup Noodles Seafood é lançado
no Brasil
 
   
 

 
     
 
Saiba tudo sobre o PERT-SN: o novo parcelamento do Simples Nacional Ao menos 30 decisões obrigam pagamento
de contribuição sindical após a reforma
Micro Empreendedor Individual
deve entregar declaração até maio
 
     
     
 
Eventos
 
 



 
 
Redes sociais
 
 
Estamos derretidos por esta receita! Aprenda a preparar torta de sorvete Floresta Negra Inscrições abertas para a
2ª Corrida do Trigo