e@bimapi

 
 
Logotipo e@bimapi
 
 

Alta do dólar e tabelamento do frete podem
elevar preço final dos produtos

Como representante dos fabricantes de biscoitos, massas alimentícias, pães e bolos industrializados, é papel da ABIMAPI esclarecer o impacto que o aumento do preço dos insumos na nossa cadeia produtiva gera no valor final dos produtos. Acompanhamos a escalada da moeda americana, que alcançou mais de 20% neste ano, e a pressão nos custos já é repassada ao consumidor.

Nos últimos meses, conversamos frequentemente com a imprensa (leia matéria da Veja ao lado) sobre a relação do aumento do dólar com o reajuste dos alimentos. Somente no primeiro semestre de 2018, com a alta do trigo, os preços dos nossos produtos subiram entre 20% e 30%.

O Brasil produz menos da metade do trigo consumido e precisa importar grandes quantidades do grão de países do MERCOSUL – sobretudo da Argentina –, do Canadá e dos Estados Unidos. A elevação do dólar, que atingiu o maior patamar em três anos, impacta diretamente os valores de produção. Nas massas, 70% do custo é de farinha. Nos biscoitos, o peso é de 30%, e nos pães e bolos industrializados, de 60%. Sendo assim, qualquer variação no preço do trigo tem impacto direto para os fabricantes.

Além disso, os gastos com transporte rodoviário subiram 12% (levantamento realizado pela CNI - Confederação Nacional da Indústria) após o governo adotar a tabela de preços do frete como parte do pacote de medidas que encerrou a paralisação dos caminhoneiros, que aconteceu no mês de maio e provocou uma crise de abastecimento no país. Por conta do tabelamento, os insumos estão, em média, 7% mais caros.

A alta do dólar e os problemas com frete registrados no último quadrimestre não têm como ser totalmente absorvidos pela indústria. De todo modo, este repasse tende a ser gradual, pois não há espaço para elevar os preços de uma só vez, e dependerá da estratégia de cada fabricante.

Nós da ABIMAPI estamos abertos para discutir ideias e sugestões que contribuam para o crescimento sustentável das nossas categorias, principalmente neste momento difícil que a economia brasileira vem atravessando.

Por fim, mas não menos importante, encerramos esta Palavra do Presidente com uma homenagem a todos os profissionais que cuidam não só da alimentação da população, mas também da saúde e do bem-estar. Na próxima sexta-feira, 31 de agosto, é o Dia do Nutricionista. Parabéns a todos!

 
ABIMAPI - Estatísticas Exportação JUL2018
SIMABESP: FIESP - DEJUR - Liminares
Notícias
De pão francês a papel higiênico alta do dólar já pesa nos preços
Conexão sobre a rotulagem nutricional
 
Associados

Bauducco está entre as marcas que mais engajaram no primeiro semestre
Escolas assinam acordo com Instituto Arcor Brasil
 
   
 

 
     
 
Confira o salariômetro para
o mês de agosto 2018
Acordão entre sindicatos
e a CETESB
Comitê Gestor do Simples Nacional publica nova Resolução e Portaria
 
     
     
 
Eventos
 
 





 
 
 
Redes sociais
 
 
Você sabia que no último sábado foi o Dia do Miojo? Fique por dentro do mercado agrícola
com o boletim AF NEWS Agrícola
A ABIMAPI e Apex-Brasil, iniciaram ontem a Missão Empresarial Colômbia e Chile