e@bimapi

 
 
Logotipo e@bimapi
 
 

Resultados das divulgações dos Dias Mundiais do Pão
e do Macarrão superam expectativas

Por mais um ano nossa equipe comemora o sucesso dos Dias Mundiais do Pão e do Macarrão, celebrados em 16 e 25 de outubro, respectivamente. As ações de comunicação desenvolvidas pela ABIMAPI renderam ótimos resultados: foram 606 reportagens, com destaques nos principais veículos de mídia em diferentes regiões brasileiras, como Bom Dia Paraná e Alagoas (ambos telejornais de afiliadas da Rede Globo), Jornal da Band, DCI, Extra, O Globo, Destak, Marie Claire, Casa & Jardim, GShow, Glamour, GQ, entre outros.

Para isso, trabalhamos junto aos jornalistas as informações de uma pesquisa realizada pela Kantar WorldPanel, que evidenciou o papel dos pães industrializados e das massas alimentícias como alimentos populares e retratou os diferentes hábitos de consumo dos produtos.

De acordo com a consultoria, em 2017 foram consumidas 433,911 mil toneladas de pães industrializados. Os fatiados – também conhecidos como pães de forma – representaram 75,2% do volume de vendas da categoria; em seguida aparecem as bisnaguinhas, com 11,9%, e os específicos para hot dog e hambúrguer, com 3,1% e 2,7%. Quando restringimos os resultados para o universo dos pães de forma, a pesquisa concluiu que os especiais (nas versões integral, com grãos, preto, de centeio, entre outras) atraíram novos compradores e cresceram 12,6% na comparação entre 2016 e o ano passado. Sabemos que a nova geração de consumidores, que está cada vez mais consciente e ligada às questões que envolvem saúde, bem-estar e praticidade, trouxe diversos desafios à indústria alimentícia. Atentos a esse conceito, os fabricantes de pães investiram no desenvolvimento de novos produtos e ampliaram seu espaço nas gôndolas com linhas que equilibram nutrição e sabor na medida certa.

Em relação ao macarrão, a Kantar mostrou que do volume total de 1,2 milhão de toneladas, as massas secas (tradicional, caseira, sêmola, integral, grano duro e com ovos) representaram 82% do consumo, as instantâneas a 14% e frescas 3%. O estudo apontou que o brasileiro ainda se adapta com algumas versões diferenciadas: em 2017 foram consumidos aproximadamente 7 mil toneladas de macarrão grano duro (muito tradicional em países europeus) e 3 mil toneladas de massa integral, com maior apelo nutritivo. Para atender a tendência de saudabilidade, os fabricantes têm enriquecido o produto com vitaminas, farinhas e grãos integrais, minerais e ingredientes orgânicos. Ainda assim, apenas 4,7% da população comprou algum tipo de massa integral no último ano.

Nas redes sociais, evidenciamos o mote Energia Positiva para o Brasil, com a divulgação de duas campanhas: junto ao hemocentro Pró Sangue, de São Paulo (SP), oferecemos um sanduíche gourmet surpresa preparado pelo chef Dalton Rangel como recompensa aos doadores de sangue, uma pequena homenagem a quem se dispõe a fazer este ato de amor ao próximo; em seguida, estivemos em Paraisópolis, também na capital paulista, onde organizamos um mutirão e ajudamos a reformar o Café & Bistrô Mãos de Maria, um projeto da associação dos moradores. Ao final dos trabalhos, oferecemos a todos os participantes um banquete de macarronada preparado pelo chef e apresentador Edu Guedes.

Essas duas ações foram gravadas e os vídeos institucionais publicados em nossos perfis. Juntas, as campanhas alcançaram cerca de 1,3 milhão internautas e obtiveram mais de 880 mil visualizações.

Para 2019, temos o desafio de conseguir resultados ainda melhores. Obrigado a todos que se dedicaram e contribuíram para este sucesso!

 
Relatório de Gestão GGALI 2017
Desafios em Produtos Integrais
Notícias
Mercado aposta em novas receitas e formatos para panetones
Supermercados preveem alta de 10% nas vendas de produtos natalinos
Associados

SBT Licensing e Village lançam mini panettone "As Aventuras de Poliana"
Aymoré apresenta embalagens vintage
 
   
 

 
     
 
Nível de atividade da indústria paulista cede 0,7% em setembro Ainda dá tempo! SENAI está com inscrições abertas para vários cursos FGTS principais pontos para a transição de informações do eSocial
 
     
     
 
Eventos
 
 


 


 

 
 
Redes sociais
 
 
Macarrão é preferência nacional
e movimenta a economia
Conheça o projeto FAP-RAT do SIMABESP em parceria com a FIESP ABIMAPI participa da 1ª Feira China International Import Export (CIIE)