e@bimapi

 
 
Logotipo e@bimapi
 
 

Agenda regulatória, workshops, congressos médicos e muitas outras iniciativas marcaram o ano de 2018 da ABIMAPI

Falta pouco mais de um mês e meio para encerrarmos 2018. Este foi um ano intenso, com muitas atividades e novidades que marcaram a indústria alimentícia. Por esta razão, iniciaremos a partir de hoje, na Palavra do Presidente, o balanço das iniciativas ABIMAPI em prol do desenvolvimento das categorias que representamos. Para esta edição, destacaremos as ações do departamento Técnico.

Açúcar, sódio e alimentos integrais estiveram em pauta. Em parceria com a ABIA (Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação) e sob nossa coordenação, realizamos no mês de fevereiro, em Brasília, a Oficina Técnica Redução de Açúcares em Bolos, voltada para o Ministério da Saúde e empresas associadas de ambas as entidades. Além disso, promovemos reuniões e compilamos dados com fabricantes de macarrão instantâneo, que realizaram testes sensoriais necessários para corroborar uma posição em relação à meta de redução de sódio para 2020. Em relação à regulamentação dos produtos integrais, nos reunimos com nossos associados, congêneres e ANVISA para tratar sobre o tema, que tem como previsão de divulgação a Análise de Impacto Regulatório (AIR) ainda em 2018.

Organizamos, também, dois workshops nos meses de junho e outubro, respectivamente, que abordaram as seguintes questões: “Análises e legislações de alergênicos e OGM”, apresentado pela Eurofins; “Como atender ao requisito sem lactose”, exposto pela AMG Foods; “Tomada de decisão do consumidor e como o P&D pode usar esse conhecimento”, abordado pela Trajeto Empresarial; “Efeito da substituição da farinha de trigo refinada pela integral nas propriedades tecnológicas de biscoitos salgados”, debatido pelo ITAL; “Qualidade de massas integrais com Tricticum aestivum”, conduzido pela UNICAMP; “Processo regulatório de produtos à base de cereais integrais no Brasil”, detalhado pela ANVISA; e “Food Fraud e Food Defense: como proteger sua empresa da contaminação internacional”, explanado pela Food Consulting.

Outro ponto de interesse de toda sociedade brasileira é a revisão das normas para a adoção de um novo modelo de rotulagem nutricional dos alimentos, proposta pela ANVISA. A ABIMAPI faz parte da Rede Rotulagem, iniciativa que envolve 22 entidades, e contribui com aporte técnico e científico para oferecer mais informação ao consumidor, contribuindo para sua educação alimentar em direção a uma dieta saudável equilibrada.

Ainda sobre promoção da saudabilidade, participamos de dois dos principais congressos médicos mais importantes da América Latina: o Ganepão 2018, realizado em São Paulo (SP), em conjunto com a 8º International Conference of Nutritional Oncology (ICNO), Congresso Brasileiro de Nutrição em Câncer (CBNC) e 2º Congresso Internacional de Nutrição, Exercício e Saúde (NEXSA), onde promovemos a palestra “Mitos e fatos dos alimentos ultraprocessados”, proferida pelo diretor geral do ITAL Luis Madi; e o XXII Congresso Brasileiro de Nutrologia, organizado pela ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia), com a palestra “Índice glicêmico dos alimentos, saúde e os desafios para sua adequada seleção”, apresentada pela nutricionista e especialista em Ciência dos Alimentos Elizabete Wenzel de Menezes.

A ABIMAPI também está junto ao INMETRO, no MERCOSUL, participando da revisão da Portaria nº 248 de 2008, que estabelece os critérios para verificação do conteúdo líquido de produtos pré-medidos. Nossa equipe participou, inclusive, das LXIV, LXV e LXVI reuniões ordinárias do Subgrupo de Trabalho (SGT) nº 3, que ocorreram nos meses de abril, junho e agosto, com a finalidade de dar sequência às discussões e negociações de regulamentos no âmbito das Comissões de Alimentos e Metrologia. A harmonização nesse setor é estratégica para o processo de integração entre os países da América do Sul pertencentes ao bloco econômico, além de contribuir para a eliminação de obstáculos técnicos, facilitando, assim, o intercâmbio comercial.

Por fim, destacamos nossa atuação no programa Dê a Mão para o Futuro – Reciclagem, Trabalho e Renda. Coordenamos e organizamos os dados e documentações necessárias das empresas associadas e participantes da iniciativa, bem como estivemos nas reuniões mensais do comitê para acompanhamento, contribuições e tomada de decisões no projeto. Durante o mês de outubro a ABIMAPI passou por auditoria do programa e recebeu o feedback de que está de acordo com todos os procedimentos.

Como vimos, a agenda do nosso departamento técnico foi extensa e bastante produtiva, com iniciativas que terão continuidade em 2019. Desta forma, pretendemos manter nossas estratégias, visando sempre o aumento da produção de qualidade e o consumo consciente dos produtos.

 
ABIMAPI - EXP Acumulado OUT2018 - Consolidado
Relatório de Gestão
GGALI 2017
 
Notícias
Confira os países concorrentes do Brasil no setor alimentício
 
Nutricionista alerta sobre
os perigos do efeito sanfona
 
Associados

Cup Noodles® passa por renovação e ganha quatro novos sabores
 
Nestlé amplia portfólio de panettones
 
Parati marca presença no Salão do Panetone 2018
 
   
 

 
     
 
Comitê Gestor aprova a versão
2.5 do leiaute do eSocial
Falta de capital para investir é principal queixa de empreendedores Evento: Gestão de Benefícios Previdenciários na redução do FAP
 
     
     
 
Eventos
 
 


 




 

 
 
Redes sociais
 
 
Os Boletins Econômicos do SIMABESP já estão disponíveis no portal do associado Salão do Panetone é sucesso de público
e ganha destaque nas mídias nacionais
Você sabia que Cranberry é fonte de vitaminas? Confira a receita desta semana