Nossos Releases

Redes sociais podem gerar baixa autoestima e transtornos alimentares. Cuidado!

O boom das redes sociais e, consequentemente a velocidade e proporção que as informações ganharam nestes meios começam a preocupar os profissionais da área da saúde. São milhares de posts que destacam corpos perfeitos e as dietas milagrosas que esses influenciadores digitais adotaram para alcançar a “perfeição”.

É normal seguir alguns ídolos ou aqueles perfis que estão em alta, mas é importante ter atenção! Avaliar alguns perfis e mensagens transmitidas por estas pessoas pode ajudar a entender melhor o surgimento de algumas atitudes no dia a dia que nos fazem muito mal.

O Ministério da Saúde constatou, por meio da pesquisa Vigitel 2016, divulgada no último mês, que acessar mais de 10 vezes ao dia redes sociais pode aumentar as chances de insatisfação com a imagem corporal e levar à baixa autoestima e transtornos alimentares.

Lembre-se que o corpo perfeito é uma questão muito subjetiva e o principal a ter em mente é se manter saudável. Alinhar uma adequação de calorias de acordo com a idade de cada um, introdução de atividade física, promoção de mudanças de alguns comportamentos, envolvimento familiar em todo processo e acompanhamento de um profissional da área de saúde.

Quer saber mais sobre como não deixar as redes sociais influenciarem nas suas decisões? Clique aqui.

Fonte: Equilibrium, consultoria de nutrição ABIMAPI.